Será que a sua célula de acordos dá retorno?

Será que a sua célula de acordos dá retorno?

Entender as métricas que permitem calcular o retorno do seu investimento (ROI) são cada vez mais necessárias entre os escritórios que lidam com carteiras contenciosas.

Vivemos em um mundo cada vez mais baseado em dados e evidências, e essa mentalidade tem se espalhado por diferentes setores e áreas. Entender qual a taxa de retorno de um investimento, seja ele financeiro, de tempo ou de esforço, se tornou um lugar comum. Na publicidade e na comunicação, se fala sobre o “ROI” (return over investment) de campanhas e de estratégias de branding; nas finanças, de ROI sobre o valor financeiro investido em uma carteira de ações ou em um investimento. A advocacia não fica de fora: fala-se cada vez mais do ROI, especialmente em escritórios focados no atendimento de carteiras contenciosas.

Quem trabalha na área sabe que uma célula de acordos para processos contenciosos funciona como uma grande esteira de trabalho: assim que a empresa recebe a citação e petição inicial, o setor jurídico ou escritório de advocacia contratado é acionado, e dá-se início à “rolagem” dos trabalhos, que inclui análise dos processos, compreensão e classificação dos casos, cadastros em sistemas próprios (como spider ou meridio, caso existam), além da verificação de provas e análise de subsídios, que permitem entender se há ou não oportunidade para acordo (a conhecida “triagem” do contencioso).

Assim que há uma decisão por buscar a via dos acordos, os processos seguem rolando por mais outra esteirinha, dentro da equipe da célula de acordos: são enviados comunicados às partes contrárias, oferecendo uma proposta de acordo inicial, e caso entre propostas e contrapropostas se chegue a um acordo, os advogados redigem um termo de acordo que é assinado entre as partes, com posterior protocolamento para efetivar o acordo.

No final da esteira do contencioso ficam os relatórios, que condensam números e métricas que indicam qual o tipo de acordo mais aceito, quais os casos mais simples de resolver e que podem gerar insights e ideias de como refinar as atuais políticas de acordo daquele cliente.

Os escritórios de advocacia mais modernos sabem que o segredo do ROI é saber o custo de cada uma dessas fases da negociação de processos contenciosos (que incluem custos de infraestrutura, de pessoal, além de custos indiretos como depreciação e passivo trabalhista) para entender qual o retorno real (ou seja, o lucro) que trabalhar uma carteira complexa, como a de processos contenciosos, está sendo gerado para o escritório.

Quer aumentar seu ROI? Otimize o fluxo de trabalho.

Uma das estratégias mais eficientes para aumentar o retorno sobre o investimento (ROI) é conseguir otimizar o fluxo de trabalho. Isso pode ser feito de forma total, de ponta a ponta, ou acelerando e melhorando alguma das partes do processo. Ou seja, se uma das esteirinhas conseguir ser mais eficiente, o trabalho como um todo se torna mais rentável, aumentando significativamente o ROI da empreitada.

Aqui na Justto, sabemos que um dos pontos que mais causa ineficiência dentro de células de acordo é o vai-e-vem de comunicação no processo de fechamento de acordos. Contatar a parte contrária é algo que consome bastante tempo, não apenas pela grande variedade de pontos de contato que se tem hoje – que vão de emails a SMS, passando por telefonemas e mensagens de WhatsApp – mas também pela potencial dificuldade de chegar-se a uma negociação favorável às duas partes, o que pode incluir um elevado número de troca de mensagens.

É exatamente nesse trechinho da esteira que a nossa plataforma de acordos é capaz de otimizar o ROI dos departamentos jurídicos e escritórios de advocacia: automatizando e facilitando essa comunicação massiva. Basta que a equipe aponte os processos que poderão ser trabalhados pela via de acordos e a Justto cuida da comunicação, negociação e recolhimento dos termos de acordo assinados.

Impacto do uso da plataforma da Justto no ROI de células de acordo:

  • Redução dos custos de contato com a parte contrária (custos de telefonia, envio de SMS, …)
  • Menor número de profissionais envolvidos no processo de negociação (baixo custo de headcount)
  • Mais rapidez do processo, economizando tempo dedicado dos profissionais envolvidos
  • Maior volume de acordos fechados, o que permite o aumento de receita baseada em bonificação (se houver)

Calcule o ROI da sua célula de acordos de forma fácil.

Uma das vantagens que oferecemos aos nossos clientes é o fornecimento de relatórios frequentes sobre os acordos fechados através da Justto, o que permite o acompanhamento detalhado do volume de acordos fechados, propostas de acordo mais aceitas e comunicações mais eficientes para cada caso. O nosso objetivo é auxiliar profissionais de direito, departamentos jurídicos e escritórios de advocacia a serem mais eficientes ao lidar com processos contenciosos, aumentando o ROI.

Por isso, reunimos nossos principais especialistas de contabilidade, finanças e gestores de células de acordo para criar a Planilha ROI do Contencioso. O objetivo é permitir que os profissionais consigam compreender qual o retorno real do seu time de contencioso de volume, permitindo uma gestão financeira do processo que aumente a margem de acordos e gere maior receita.

Ao baixar a planilha, basta preencher os campos em vermelho com os seus dados atuais. A cada preenchimento, você vai notar que os campos em amarelo no final da tabela vão sendo automaticamente modificados, indicando qual o seu ROI atual e qual o ROI possível caso você opte por acelerar sua célula de acordos ao utilizar a plataforma da Justto.

Que tal conhecer mais sobre os processos de automatização da Justto e os principais impactos da plataforma do ROI da sua célula de acordos? Clique aqui para saber mais.

Post anterior Próximo post